Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

2007

Graças a Deus que 2007 terminou

Ano em que desacreditei

Em tudo o que havia para acreditar.

Ano em que, todo acabou e nada começou!

Ano em que chorei, desesperei

Procurando apenas um pouco de…

Ano em que saio magoado

Onde fui obrigado a crescer,

Muitas vezes deixado de lado

Triste, sozinho, a sofrer;

Sofrendo quieto e calado

Por apoio não ter;

Por não ser compreendido

Quando por alguns momentos dizia:

Sinto-me muito, mas muito sozinho.

Tantas vezes disse essas palavras

Nunca compreendidas que…

Optei por ficar

Tranquilo por fora, nervoso por dentro

Mas calado a remoer e a pensar

Se valeria a pena continuar

A tentar desabafar,

Ou seria melhor, remeter-me ao silêncio!?

Não foi das melhores  a conclusão

Agora, optei por viver sufocado

Com aquilo que outros fingiam ouvir

E que na verdade apenas estavam ali…

Com receio  ou vergonha de sair!

Optei por ficar aqui

No meu cantinho, sem chorar nem sorrir

Apenas ficar…

                                                                        

                                                                       

                                                                               

                                                                      

sinto-me: sozinho como sempe
publicado por bafito às 12:18
link do post | comentar | favorito

amor??????

 

 

 

 

Amor…Palavra sem razão de ser!

Palavra difícil de descrever

Que retrata apenas uma imaginação

Que tentamos crer

Que existe em cada coração…

Simples palavra com grande valor

Para quem ainda consegue acreditar;

Simples palavra com grande valor

Para quem ainda consegue sonhar.

Palavra sem razão de ser,

Que utilizamos para nos refugiar

Quando algo corre mal…

Mas o amor não cura, magoa,

Não alegra, traz tristeza,

Não cura, faz doer…

Palavra que um dia me inspirou

E que hoje me magoou;

Palavra em que um dia acreditei

E que hoje começo a ignorar

Como palavra inexistente…

 Só acreditamos no amor

Quando estamos contentes;

Mas se pensar-mos bem no seu valor

Acho que não existe…

Sendo apenas uma palavra

Que nunca ninguém conseguiu definir

Pois talvez seja apenas uma palavra

Para ocupar umas linhas no dicionário…

                                                                                                                       

                                                                                             

                                                                                                     

                                                                                             

sinto-me: muito sozinho
publicado por bafito às 00:15
link do post | comentar | favorito

.Sobre mim

.As minhas visitas

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Poesias recentes

. Para ser feliz

. ...

. Voltei....

. Para ti minha...

. DISTANCIA QUE AFASTA

. vagando pela estrada da v...

. te procuro

. escrevi e tornei a escrev...

. muito cansado

. para ti minha querida

.Poesias arquivadas

. Maio 2013

. Outubro 2011

. Abril 2010

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.As minhas visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds